Wim Brasil • projeto de inclusão para mulheres na área da mineração

O evento anual Inforuso trouxe diversos temas relevantes sobre o setor da tecnologia e inovação. A trilha de impacto social conduzida pelo CEO da Hope e também vice-presidente da Sucesu Minas, Guilherme Naves, contou com a participação da geóloga Patricia Procopio, presidente da Wim Brasil. Ela trouxe toda sua bagagem com mais de 30 anos e dividiu com o público um pouco de seu trabalho à frente da Wim Brasil.

 

A Women In Mining (Wim Brasil) é um projeto consolidado em 2019 que tem como objetivo o fortalecimento e a participação de mulheres no setor da mineração. Para ter sucesso em um ambiente de negócios complexo e dinâmico, o setor de mineração precisa atraí-las, mantê-las, capitalizar seus pontos fortes e reconhecer seu valor. Para a empresa, isso significa construir uma nova cultura capaz de absorver mais mulheres para o mercado de trabalho.

 

Para entender esse cenário feminino no Brasil, no relatório de indicadores de 2021 divulgado pela Wim Brasil, que reuniu dados do Ministério do Trabalho e do Ministério da Economia, as mulheres representam 44% do mercado de trabalho brasileiro. Na área da mineração, no ano de 2019, a participação delas era de 13%. Já em 2021, esse número subiu para 15%.

 

Durante sua participação no Inforuso, Patricia explicou sobre a importância de trazer uma nova perspectiva sobre as mulheres para o setor mineral brasileiro, principalmente em Minas Gerais, estado onde a mineração tem papel de destaque. “Nós precisamos de mudanças, de novos olhares. É preciso respeito às mulheres em todos os níveis da organização e áreas de atuação, principalmente naqueles onde elas não são tão presentes”, disse ela.

 

O projeto Women In Mining também existe na grande maioria dos países em que a mineração tem uma participação econômica importante. A geóloga contou que era preciso entender como esses países que já possuem um nível de inclusão mais avançado lidam com o tema. Após conhecer um pouco melhor o projeto através da Wim Canadá e da Wim UK, do Reino Unido, foi desenvolvido o plano de ação com o apoio do governo canadense para conseguir implementá-lo no Brasil. Como forma de apoio ao movimento, grandes empresas brasileiras e internacionais se comprometeram assinando a carta de adesão para esse plano de ação que visa o avanço das mulheres na indústria de mineração. Além disso, Patricia contou que foi preciso estabelecer um forte relacionamento com o Instituto Brasileiro de Mineração (IBRAM), para colocar o assunto em pauta dentro das instituições.

 

A presidente da Wim Brasil reforçou que a inclusão e diversidade para as mulheres deve ser um tema bastante trabalhado, principalmente em indústrias tão conservadoras como é o caso da mineração. Ela aproveitou para parabenizar o evento Inforuso pela iniciativa de trazer o assunto para discussão: “Essa pauta deve estar sempre na mesa. É fantástico saber que o Infuroso traz esses debates de impacto social para nosso dia a dia. Isso é essencial”, contou.

 

O CEO Guilherme Naves também agradeceu a participação da presidente da Wim Brasil no evento e disse que se sente orgulhoso da Inforuso ajudar a estimular projetos tão importantes como estes.


Wim Brasil: www.wimbrasil.org

@wim_brasil


Algumas das empresas signatárias ao projeto de inclusão: Vale, AngloAmerican, Jaguar Mining, Yellow.Rec, Magnesita, Great Panther, Largo Resources.


http://www.ibram.org.br


http://www.vale.com


https://brasil.angloamerican.com


https://www.jaguarmining.com


https://www.yellow.rec.br


https://www.greatpanther.com


https://largoinc.com

22 visualizações0 comentário